6cf254f9-aa20-4d6c-9c46-85dd27d31d3a

Recursos devem garantir mais debates com o setor produtivo e a comunidade científica

 

O Ministério da Pesca e Aquicultura anunciou investimento de R$ 12 milhões para ativação dos comitês permanentes de gestão participativa do setor pesqueiro. Os recursos devem garantir mais debates com o setor produtivo e a comunidade científica. Os espaços temáticos serão divididos entre membros da sociedade e do governo.

Segundo o secretário de Planejamento e Ordenamento da Pesca do ministério, Fábio Hazin, o documento de criação está sob análise do Ministério de Meio Ambiente. “A expectativa é que na semana que vem o processo esteja concluído e já possamos publicar a constituição desses comitês e iniciar os trabalhos de forma contínua e regular”, disse.

Hazin também anunciou o lançamento, em outubro, de editais para pesquisas científicas, e afirmou que em agosto deve ser publicado um edital público, via Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), para retomar trabalhos dos subcomitês científicos dos Comitês.

A diretora geral da Oceana no Brasil, organização voltada para o estudo e proteção dos oceanos, Mônica Brick Peres, afirmou que esse é o momento para restabelecer a gestão pesqueira no País, proteger os oceanos, garantir empregos, lucro, peixe e segurança alimentar.

Fonte:
Portal Brasil, com informações do Ministério da Pesca